EMBARQUE NAS MELHORES TARIFAS


Hyatt revisa política de cancelamento; veja o que muda

Imagem: Vesbo

A rede Hyatt acaba de anunciar mudanças na sua política de cancelamento. Valendo para reservas feitas ou alteradas a partir de janeiro de 2018, a nova política exigirá, na maioria dos empreendimentos do grupo, que os hóspedes cancelem suas reservas com ao menos 48 horas de antecedência, a fim de evitar taxas de cancelamento.

Por outro lado, a mudança permitirá que cada hotel tenha a autonomia de redefinir as políticas específicas de seu empreendimento, caso optem por tal, baseando-se em “dinâmicas e expectativas do mercado local”, explicou a rede em comunicado. Ou seja, embora a regra geral seja de cobrar uma taxa caso o cancelamento aconteça menos de 48 horas antes da reserva, cada propriedade poderá alterar esse período mínimo para desmarcar hospedagens ou eventos sem custos.

A recomendação do grupo, assim, é que clientes chequem a política específica do empreendimento escolhido antes de finalizar uma reserva, seja de apartamentos ou de salas para eventos e reuniões, para evitar taxas inesperadas.

PROGRAMAS DE FIDELIDADE COM BENEFÍCIOS
Em hotéis que seguirem a regulamentação padrão da rede, ou seja, de cancelamento gratuito até 48 horas antes da data da reserva, membros dos programas de fidelidade do grupo – Discoverist, Explorist e Globalist – terão o benefício de cancelar a reserva com até 24 horas de antecedência, sem precisar pagar taxas.

Tal flexibilidade, porém, não se aplica em alguns casos, como tarifas específicas não-reembolsáveis ou reservas nos seguintes hotéis: Hyatt Residence Club resorts, Miraval resorts e M life resort.

 

Fonte: Panrotas
Notícia original: https://goo.gl/Zw6GUa