República Dominicana passa a exigir certificado internacional de vacina contra a febre amarela

Os passageiros que costumam viajar sempre para países da América do Sul e Central devem incluir mais um destino na lista de nações que exigem o certificado internacional de vacinação contra a febre amarela. Isso porque, depois do Equador, a República Dominicana passou a fazer esse tipo de exigência para brasileiros que pretendem entrar no país.

A norma passou a valer na última terça-feira (06/03) e teve como base o surto da doença em algumas regiões do Brasil.

Vale ressaltar que essa não é uma exigência sanitária imposta pela companhia aérea, mas sim pelo próprio departamento de saúde da República Dominicana.

Em relação ao Equador, a obrigatoriedade passa a valer a partir de maio. A exigência deveria ter começado em 6 de fevereiro, mas acabou sendo adiada por causa da falta de informações sobre esse documento.