EMBARQUE NAS MELHORES TARIFAS


CATAR: Fique atento às mudanças a partir de hoje

Após a decisão de Emirados Árabes Unidos, Egito, Arábia Saudita e Bahrein cortarem relações diplomáticas e suspenderam ligações com o Catar, companhias aéreas deixaram de voar para o Emirado – algumas companhias desde o dia 05/06 e outras desde o dia 06/06. A Arábia Saudita também cortou ligação terrestre com o vizinho, como apontou a agência oficial Saudi Press.

COMUNICADO DA  Qatar Airways:. Confira os principais pontos da carta:

“Estamos passando por restrições nos voos da Qatar para Arábia Saudita, Bahrein, Egito e Emirados Árabes Unidos. Todos os voos QR que operam de/para o Reino da Arábia Saudita (KSA), Emirados Árabes Unidos (UAE), Bahrein (BHR) e Egito (EGY) foram suspensos.

Todas as reservas de/para os destinos mencionados estarão abertas para cancelamento ou reembolsos (dentro do estoque 157), alterações, incluindo o reencaminhamento para outras companhias aéreas com exceção de Emirates (EK) e Etihad (EY), gratuitamente, para os passageiros que possuem uma reserva confirmada e uma confirmação de bilhete emitido em/ou antes de 5 de junho de 2017, para viagens de 5 de junho de 2017, até 6 de julho de 2017.

Estão disponíveis as seguintes opções:

01. Remarcar gratuitamente em outro serviço QR entre DOH e a origem/destino originais mencionados nos quatro países afetados.

02. As novas datas de viagem devem ser dentro de 30 dias da data original do bilhete.

03. É permitida re-acomodação gratuita, a partir de DOH, em outra companhia aérea, desde que o voo QR não esteja disponível.

04. Para cancelamento de voos para Arábia Saudita, Emirados Árabes e Bahrein:

05. Uma nova reserva do voo operacional QR de/para outro ponto mais próximo via Kuwait e Omã não é permitido (sujeito a checagem de documentação do passageiro).

Para cancelamento de voos para o Egito:

06. Uma nova reserva do voo operacional QR de/para outro ponto mais próximo na Jordânia, Kuwait, Líbano e Omã é permitido (sujeito a checagem de documentação do passageiro).

07. O reembolso total de bilhetes não utilizados também é permitido.

08. Só é permitida uma única mudança sem cobrança de multas.

09. Caso o passageiro deseje fazer mais mudanças, ou se a data de viagem for posterior a 6 de julho de 2017, as regras de tarifas normais aplicam-se.

Esta é uma situação em constante mudança e estaremos monitorando de forma persistente quaisquer mudanças adicionais; comunicando-os o mais rápido possível.”

*Fonte: Agência Brasil e Travelmole

conteúdo original: http://bit.ly/2s9cprw