Viagens corporativas: conheça o projeto Business Travel for All!

Sem dúvida alguma, o mercado de viagens corporativas foi um dos mais afetados pela pandemia. Mas, essa não foi a primeira e, provavelmente, não será a última crise enfrentada pelo setor.

Mesmo 2021 ainda iniciando em meio a algumas dúvidas, uma certeza paira no ar: o mercado de turismo corporativo não parou, ele só está em processo mais lento pelo fato de as pessoas não poderem viajar com a mesma liberdade de antes.

Porém, empresas e outros participantes do segmento estão a todo vapor, buscando e desenvolvendo ideias para que essa retomada gradual aconteça da melhor maneira e que falhas e inconsistências do passado não se repitam nesse novo retorno.

Uma dessas iniciativas é o Business Travell for All. Um projeto da Academia de Viagens, juntamente com a Kontik Viagens e outras empresas do mercado. E é justamente sobre o BT for All e os seus valores que falaremos hoje. Acompanhe.

Boa leitura!

O que é o Business Travel for All para o mercado de viagens corporativas?

O BT for All é a iniciativa da Academia de Viagens em parceria com outras empresas do setor de viagens corporativas, incluindo a Kontik, que visa reeducar o mercado sobre práticas de negócios e como tornar a cadeia mais sustentável.

Com o “baque” que o setor sofreu durante a pandemia, gestores de empresas, fornecedores, TMCs e outros players chegaram à conclusão de que é possível tirar ensinamentos desse momento e ainda fortalecer o mercado para um retorno mais consistente.

O Business Travel for All  tem três propósitos principais:

  • Desenvolver através da educação com tendências globais sobre o mercado;
  • Conectar a comunidade de viagens corporativas em um ambiente digital;
  • Trabalhar com dados visando à sustentabilidade dos negócios.

O público-alvo do projeto são clientes de viagens corporativas, TMCs e fornecedores de serviços para o setor.

Quais são os 3 pilares do BT for All?

Além dos propósitos principais, o BT for All é alicerçado por 3 grandes pilares: Smart, Connect e Target. Vamos entender melhor cada um deles.

Smart

O Smart equivale ao desenvolvimento por meio de cursos abertos a TMCs, fornecedores e clientes. Preparando os participantes do mercado para a nova era da tecnologia pós-pandemia.

O objetivo é trabalhar uma reeducação da cadeia para um mercado digital mais eficiente, onde as negociações, as compras e os serviços entre os players terão que ser redesenhados e os processos precisarão ser repensados de maneira mais prática.

Connect

O pilar Connect é onde se concentram as ferramentas e o engajamento. Um ambiente direcionado à conexão entre todos os participantes da indústria para o desenvolvimento de reuniões e discussões saudáveis.

É aqui também que o networking é fortalecido, promovendo redes temáticas para geração de conteúdo e o desenvolvimento de ideias que agreguem valor ao setor.

Target

O Target (alvo) é uma comunicação mais transparente, por isso é o pilar das pesquisas e dos compartilhamentos.

Uma das missões irrevogáveis do projeto é trabalhar com informações atualizadas a fim de promover mudanças, transformações e evitar fake news, convertendo informações verdadeiras em estratégias para as empresas.

Como o mercado de viagens corporativas é beneficiado com esses projetos?

A partir dos propósitos e dos pilares trabalhados, fica claro que o Business Travel for all é capaz de transformar o setor de viagens corporativas por meio de uma discussão inteligente e de quebra de paradigmas.

No mínimo, pela abordagem tão bem desenvolvida e pela participação de tantos players do mercado, esse tipo de projeto traz à tona assuntos sobre negociações e serviços que prejudicam os negócios, mas que ainda eram desenvolvidos por questão, muitas vezes, de “conveniência”.

No meio de uma cadeia gigante de prestadores de serviços que estão paralisados e entrando na retomada que ainda é muito lenta e gradativa, uma discussão pautada em informações transparentes é essencial para que todos os players de viagens corporativas repensem os processos e a maneira como seus negócios serão feitos daqui para frente.

Enfim, por mais que a pandemia do Coronavírus seja uma situação completamente prejudicial, ela é uma realidade que não há como fugir. Sendo assim, os participantes do mercado de viagens corporativas devem aproveitar o momento não planejado para discutir e mudar alguns pontos que já não condizem mais com o bom desenvolvimento do mercado. Por isso, um projeto como Business Travell for All deve ser celebrado e apoiado por todos.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre o projeto? Deixe o seu comentário.