South African Airways deixará de voar para o Brasil; voos param dia 29 de fevereiro

A South African Airways (SAA), em um novo corte para reorganizar a empresa, que passa por dificuldades financeiras, decidiu deixar de voar para o Brasil, depois de 50 anos de operação. Munique, Hong Kong e Guangzhou (que ia ser lançada) foram outras rotas descontinuadas.

Segundo o country manager Altamiro Médici, os voos entre São Paulo e Johanesburgo se encerrarão no dia 29 de fevereiro e a companhia vai criar canais de atendimento para reacomodação dos passageiros. “Todos serão reacomodados”, garante ele, que está ligando pessoalmente para as entidades do setor.

Alguns voos regionais estão sendo cancelados também e mais detalhes serão dados em breve. A SAA tem 25 funcionários no Brasil, além dos terceirizados.

GESTORES EXPLICAM DECISÃO DE SAIR DO BRASIL

Todos os voos domésticos da SAA também deixam de ser operados em 29 de fevereiro, com exceção de algumas poucas ligações para Cape Town. Voos regionais na África também serão cancelados parcialmente.

A Mango, empresa low cost pertencente à SAA, não terá sua malha alterada e continuará operando voos domésticos e regionais, conectando os passageiros internacionais da South African Airways.

Informações: (11) 3065-5115 e saabrazil@flysaa.com.

 

Fonte: Panrotas